DIVERSIDADE E PADRÕES DE DISTRIBUIÇÃO DE MAMÍFEROS DOS CAMPOS DO URUGUAI E SUL DO BRASIL

  • Diego Queirolo

Abstract

Pela primeira vez considerou-se a fauna de mamíferos dos Campos do sul do Brasil e do Uruguai como um todo. Para tal, delimitou-se a área de estudo como todo território do Uruguai e a superfície do bioma Pampa na região sul do Brasil. Informações sobre ocorrência das espécies foram obtidas a partir de registros de coleções científicas de museus e de literatura, a partir das quais foram elaborados mapas de distribuição geográfica. No total, consideraram-se 3.480 registros (1.800 no Uruguai e 1.680 Brasil) distribuídos em 1.231 localidades (712 no Uruguai e 519 no Brasil). Foram identificadas 115 espécies (73 para o Uruguai e 110 para o Rio Grande do Sul), das quais cinco são consideradas endêmicas e sete de distribuição quase exclusiva na região. Os pequenos mamíferos (roedores, quirópteros e marsupiais) somam poco mais de 73% dos registros dos gêneros e quase 77% do total de espécies. As localidades, registros e espécies estão concentradas próximas a centros de pesquisa e áreas protegidas, evidenciando grandes áreas sem informação. Existe uma substituição entre espécies predominantes florestais no norte e espécies campestres no sul. Este trabalho pretende colaborar com a geração de informação básica fundamental para a formulação de políticas de conservação que contemplem toda a região independentemente dos países que a compõem.

Published
2017-08-10
How to Cite
QUEIROLO, Diego. DIVERSIDADE E PADRÕES DE DISTRIBUIÇÃO DE MAMÍFEROS DOS CAMPOS DO URUGUAI E SUL DO BRASIL. Boletín de la Sociedad Zoológica del Uruguay, [S.l.], v. 25, n. 2, p. 92-247, aug. 2017. ISSN 2393-6940. Available at: <http://journal.szu.org.uy/index.php/Bol_SZU/article/view/11>. Date accessed: 17 feb. 2020.